domingo, 5 de março de 2017

INÚTIL

Traços espontâneos 
INÚTIL

Branco e inútil
segue o poema
a pairar no ar

Branca e inútil
segue a poeta
que insiste em
sonhar.

23/3/17

Nenhum comentário:

Postar um comentário