sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

(Mais um sobre o tempo) - POEMA

foto s. a.
E eis que vejo
o tempo escoar

como areia na ampulheta
resvalando por meus dedos

E eis que vejo
o leque se fechar
a banda partir
a musica emudecer
fugindo
desaparecendo

e aquele sono chegar

29/12/2016


Nenhum comentário:

Postar um comentário