terça-feira, 13 de dezembro de 2016

O Poema

                                                O Poema


 de um lampejo
      um sonho
      ou devaneio

do nada
da observação
da experiência
ou da leitura

de um aroma
     um eco
     ou melodia

do nada
de repente ele vem
                 sorrateiro
resvala do inconsciente
para o papel
        se espalha
        do nada
        de repente
        ele vem

texto & foto sonia a.

Nenhum comentário:

Postar um comentário