quinta-feira, 2 de junho de 2016

JUNHO -poema


É de junho que lhes falo...

da fogueira
do pinhão
vinho quente
ou quentão

da saia de chita rodada
palha no chapéu de banda
face rosa afogueada
e tranças em meus cabelos

sanfoneiro
e paixão

do frio no terreiro
e calor no coração
festança com quadrilha
padre casamenteiro
e balão .

É de junho que lhes falo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário